"Um Barco atracado ao cais é sempre um sonho preso"

terça-feira, junho 25, 2024

A Permissividade gera o Caos

 Os distribuidores de comida da Uber e da Glovo, que andam de mota ou bicicleta infringem todas as regras, começando pela infracção de circularem em contramão. Andam algumas vezes sobre os passeios, marimbando-se para quem circula a pé naqueles espaços construídos para esse efeito.

Tenho receio de andar na Av. da República, em Lisboa, por exemplo, onde abundam os utilizadores de trotinetes eléctricas aos magotes, desprezando os peões.

Não gosto de viver nesta época. Porque há uma desmedida permissividade (nunca se vislumbra um agente da autoridade) porque até os turistas que invadem Lisboa se comportam como selvagens no Metro estendendo as patas aos bancos frente aos quais se sentam, que nos dão encontrões sem um sorry ou excusez moi...

LFM

2 comentários:

Elvira Carvalho disse...

A Liberdade que pensam ser só deles sem respeitarem a liberdade dos outros.
Está tudo bem consigo, amigo?
Abraço e saúde

da minha janela disse...

Só para deixar um abraco e comunicar que em Outubro de 2024 vai ser poblicado o meu primeiro Livro.