"Um Barco atracado ao cais é sempre um sonho preso"

domingo, fevereiro 06, 2005

Um Carnaval Bem Feito


O prazer que eu tive, não obstante o frio, de ver pela primeira vez o carnaval de Torres!
Sorri com matrafonas e flausinas, lambisgóias e escanifobéticas, pingentas e mastronças, que desfilavam azougadas, gozando com o carnaval diário.
Só pelo facto de não apresentarem um corso formatado com boazonas em biquini, a fingir que está calor, dando aos quadris, debaixo de granizo e barbeiro, os organizadores do carnaval torreense (ou torrejano?) estão de parabéns.
Uma coisa é o riso (conseguido) outra a exibição de corpos- nem sempre belos-a dar ao cú, que prolifera de lés a lés...
Em Torres, a crítica social está presente e o gozo dos foliões contagia a multidão que assiste, divertida. Há lá melhor carnaval!!!
(foto do Picasa) Posted by Hello

2 comentários:

augustoM disse...

Luís se há coisas que eu abomino, uma delas é o carnaval, até parece que fico deprimido.
Ouvi dizer que vai haver uma publicação.É verdade?
Um abraço. Augusto

Guida Alves disse...

Torreense, meu querido, torreense, tal como o meu pai.
Já lá vão quase quarenta anos desde a última vez que fui ao Carnaval de Torres, e jurei nunca mais voltar! Banhos de bisnagas cheias sabe-se lá com o quê, marretadas na mona com os então recém-nascidos martelinhos de plástico, empurrões de meia-noite a ver se me deitavam ao chão, enfim, valeu tudo para me desmotivar de Carnavais ensaiados e institucionalizados. Pena que tivesse descambado nisso, ainda bem que gostaste do que viste agora.
Os mais giros carnavais a que assisti foram aqui na região saloia, em aldeias só conhecidas de quem as habita e de mim, que sou cusca, com bandos de meia dúzia de pessoal divertido a sério, matrafonas, trapalhões, etc., que me deram, esses sim, vontade de seguir atrás deles...