"Um Barco atracado ao cais é sempre um sonho preso"

quarta-feira, fevereiro 23, 2005

Poema do Voice-Mail


Há anos que o meu voice-mail tem um poema todos os meses. Creio ter principiado essa aventura em 2000, pois pareceu-me pouco interessante receber as pessoas com o banal "olá, você ligou para mim, agora não posso, mas se deixar mensagem eu depois vou responder..."
Este ano quebrei essa rotina e o poema que ainda se pode escutar é o de Janeiro, o qual não substituí, apesar de estarmos quase no final de Fevereiro...
O texto que eu próprio digo- em gravação-quando ligam para mim, é este:
"Sais para a rua em cada manhã.
Teimando em trazer o sol nas pegadas.
Sonhas outros dias.
Nunca sabes se regressas
Nunca sabes se te perdes
ou se te encontras...
Sais com estrelas no bolso
e a lua no coração...
Não! Não te podes perder!"
Não acham giro receber as pessoas que nos procuram com a carícia de um verso? Eu faço isto há anos...
(fotografia de Cristina Pombinho, Virgen d'Araceli, Lucena, Espanha, Dezembro 2004) Posted by Hello

11 comentários:

Sonia F. disse...

Pois eu acho uma excelente ideia. Assim sempre temos a oportunidade de ouvir alguma poesia, ainda por cima boa poesia. Um beijinho.

ismael disse...

E também acho que já era altura de os juntares e nos apresentares em forma impressa!
Já agora dá um saltinho ao meu blog, não tem poemas, mas tem fotos! Cada um exprimesse como pode..

Águas de Março disse...

Olha, dessa ainda eu não me tinha lembrado, boa malha!
Beijo, Luis.

corpo visível disse...

Também nunca tive um voice mail "normal". Não tinha poesia (falta-me o rasgo) mas tinha frases inusitadas ou música inesperada.
Privilegiados os que têm o teu número de telefone!!! :)

Guida Alves disse...

Querido amigo, já em 1999 tinhas poemas no voice-mail! E porque não fazer uma colectânea dessas pequenas maravilhas e dar-lhe exactamente o título "Poemas de Voice-Mail"? B'jokas.

Águas de Março disse...

Subscrevo inteiramente a ideia. Venha a colectânea Voice-mail!
Beijinho.

LUA DE LOBOS disse...

ideia de poeta...pena eu não er voice mail mas aproveito para deixar aqui uma interrogação - PORQUE É QUE OS BLOGS COM NíVEL TÊM TÃO POUCO COMENTÁRIOS?
PARABENS pela tua bela poesia
xi
maria de são pedro

stillforty disse...

Olá Luis
Estive para ir ao lançamento do teu livro, com o Augusto mas ele teve de se ausentar e eu fiqueiem casa a tratar do meu gato que está doente.
Soube do acontecimento através do Francisco, estivemos juntos num jantar.
O Augusto teve muita pena de não ir, aliás ele te dirá depois.
Acho que a ideia de nos juntarmos um dia se mantem.
Beijos

Também tenho um atendedor de chamadas personalisado, mas o teu é o máximo

André Ferreira disse...

Quero em primeiro lugar agradecer o post ao meu poema : Seca. É um poema de que gosto muito e não tinha recebido um único comentário! Dizes que viste algo como o meu poema na Tunísia e em Cabo Verde! Aqui no Alentejo infelizmente já o vi umas quantas vezes...

Quanto ao "Poema de voice mail" é muito do meu agrado e diria que boa boa ideia era deixares o teu número no blog para que as pessoas podessem escutar a voz do poeta! Claro que isso seria uma insensatez! Um abraço

lost disse...

Agora que és um 'gaijo moderno', tens de começar a gravar poesia no voice mail do telémovel!!!

La Scimmia di Filo disse...

Um blog muito legal. Abraços de México.

Salut.