"Um Barco atracado ao cais é sempre um sonho preso"

terça-feira, maio 31, 2005

Brisas do Sul


Pois é, o festival islâmico foi uma maravilha. As ruas repletas de animação. Eduardo Ramos no Largo da Alcachofra encantou quem o foi escutar. Os Chocalheiros de Ficalho, os Gnawa, os vendedores de sonhos e pequenos encantos, os calígrafos, os moradores da vila, que também expuseram, do pão ao mel, as exposições de caligrafia árabe, dos mestres de Marraquexe, a pintura de Manuel Passinhas, a embriaguês do olhar, os cheiros, os sons, os rostos, tudo mereceu sorriso, a forma mais suave de brindar o que nos dá energia e prazer.
Nesta foto, a família Simão preparava-se para ver o Boavista-Benfica e eu aproveitei, enquanto faziam a montagem de écran na parede do quintal, para falar para Ashna Omrani e Salem Omrani, meus amigos da Tunísia.O maroto do Hélder captou o momento...
(fotografia de Hélder Simão) Posted by Hello

5 comentários:

C.S.A. disse...

Que bem que sabe! Ouvir, ler assim estas coisas...

stillforty disse...

Que bem que estás, que bom é descansar assim, sem nada a "corroer-nos" a cabeça. Fica-te bem o turbante.

Manuela Pereira disse...

Estava à espera de mais fotos do Festival islamico. Para matar saudades!!!

La Scimmia di Filo disse...

¡Grande blog, como sempre! A festividade islamica sona bem, gostaria de poder estar em alguma algum dia.

Um abraço desde México, cara, com muita admiraçâo e respeito.


Salut.

Ana Teresa Bonilha disse...

nossa... fiquei contando os dias para que voltasse e contasse como foi!