"Um Barco atracado ao cais é sempre um sonho preso"

sábado, agosto 15, 2009

O "UMBIGO DO SÉCULO", O TRAQUE E A MANADA


Felizmente, tenho bons amigos.
Pode não ser uma listagem abundante, mas é um prazer constatá-lo.
E há quem se enraiveça, encurralado no seu quotidiano medíocre (tem de ser, senão usava o tempo para fazer coisas luminosas) ao ler o meu blogue, não suportando que eu ame, respire tranquilidade, escreva e estude, além de ter de trabuquir mais uns anos.
Vem isto a propósito de um recado, que quero dar e que a bom entendedor meia palavra bastará.

Numa época de atropelos, que são o pão nosso, em que alguns não resistem a "matar-nos" em vida, apagando o que antes incensavam, porque não prestamos vassalagem aos seus decadentes e megalómanos arrotos, tipo "Eu sou o Umbigo do Século"... sinto-me honrado por haver quem tenta ignorar-me, desesperadamente.

Não me comparo a ninguém.
Como qualquer dos meus detractores (que os vossos deuses vos dêem muitos anos de vida, para verem tudo o que ainda tenho para fazer!!!) também sou único.
Durmo é descansado, o que suponho não ser a vossa sorte.
Talvez porque emprego o meu tempo a ser útil à Comunidade, com o gozo inerente que as coisas que gostamos de fazer dão.

O que escrevo não deve ser assim tão dispiciendo, pois desde anónimos, que comentam algures "Ah e tal é muito eugeniano", até aos que, bolsando incontidas e larvares sentenças, de cariz escolástico, profetizam sobre quem será eterno e quem será etéreo, só me falta ver pavões a cantar a "Aida"e a comerem torresmos.

Se aos cães que mordem, desvairadamente, nas canelas, um mero traque os assusta, eu obro para todas as feras de rosto humano, com muita alegria, por não fazer parte da manada.

Luís Filipe Maçarico

2 comentários:

mariabesuga disse...

São manadas de cães raivosos que gostariam de sentar-se em cima da capacidade criativa dos outros no desejo de a destruir na inconsciência da impossibilidade de que tal aconteça a quem de sempre se ancorou nessa capacidade para se construir a si proprio.

Os cães ladram... Luís, os cães ladram... até que se engasguem...

Jingã

elvira carvalho disse...

Amigo, li o poste, não me revi nele, fiquei feliz.
Passei para lhe fazer um convite. Se lhe sobrar um tempinho passe pelo Sexta e entre na festa.
Um abraço e tudo de bom