"Um Barco atracado ao cais é sempre um sonho preso"

sexta-feira, agosto 28, 2009

ADMIRÁVEL ALKATIRI


Entrevistado sobre os dez anos da independência de Timor-Leste, Mário Alkatiri, primeiro -ministro quando o novo país iniciou a sua caminhada, fora de todos os colonialismos, agora na oposição na sequência do seu afastamento numa espécie de golpe de estado, com tumultos "populares", organizados pelos negociantes do petróleo de Lorosae, que têm as mãos manchadas de sangue, respondeu com a maior serenidade deste mundo à pergunta: há segurança em Timor?
"A questão da segurança foi resolvida, porque a violência de 2006 veio, porque havia pessoas que tinham pressa de chegar ao poder e provocaram violência... e quem está agora na oposição não quer a violência."

Luís Filipe Maçarico

1 comentário:

elvira carvalho disse...

É sempre assim. A violência vem sempre para servir os interesses de alguém...
Um abraço amigo e obrigada