"Um Barco atracado ao cais é sempre um sonho preso"

quarta-feira, julho 19, 2017

"Por Feitiço, Por Magia": A Poesia do Minhoto José Figueiras em Morille com sua filha LAURINDA FIGUEIRAS

Durante o XV Festival de Poesia Transfronteiriça, Património e Arte de Vanguarda, realizado em Morille, Laurinda Figueiras apresentou o livro "Por Feitiço, Por Magia", onde se divulga a Poesia de José Figueiras.
Após as minhas palavras prévias, enquanto antropólogo (e poeta) envolvido na elaboração desta obra, Laurinda Figueiras evocou a biografia do Pai, um cidadão avançado para a sua época, pelo amor à Liberdade, ao rigor, quando reflectia sobre os grupos etnográficos do Minho ou pela postura à escala humana.
A sessão teve bastante público que aplaudiu com carinho e no final, Laurinda Figueiras ofereceu uma lembrança de Viana do Castelo ao alcalde de Morille.


Luís F. Maçarico (texto) Rodrigo Dias (reportagem fotográfica)

1 comentário:

chamb eddy disse...

Fantastico Luis, que pena tenho de não poder ter ido...

Abraço amigo
eddy