"Um Barco atracado ao cais é sempre um sonho preso"

terça-feira, abril 21, 2009

Poema de José do Carmo Francisco


Alexei Bueno nas Escadinhas do Duque


Tinha que ser escritor este bandeirante

Nome herói de romance em homenagem

Assim a Rússia já não fica tão distante

Numa vida que é também uma viagem


Nas Escadinhas do Duque é rei à mesa

Dá lições de poesia em breve seminário

Entre cerveja e amendoim nasce a beleza

Da Poesia que o Mundo vê ao contrário


Somos poucos aqui um grupo acantonado

Na mesa posta por D. Rosa na sexta-feira

Viajamos num bacalhau bem temperado

Pelo azeite tão puro e leve duma oliveira


No Camões a mulher feia vende cocada

Desesperam por um visto os brasileiros

Que pena a vida não poder ficar parada

Aqui onde os poemas nascem inteiros


José do Carmo Francisco


NOTA: Agradeço ao autor a permissão que me deu, para poder transcrever este poema no meu blogue...

1 comentário:

girassol disse...

JCFrancisco como só ele em poemas inteiros.

Bj JCF

Jingã Luis
Belmi