"Um Barco atracado ao cais é sempre um sonho preso"

domingo, abril 19, 2009

Cais do Ginjal












Quando os teus olhos
estiverem nesta paisagem
quebro o silêncio
que alimenta a minha solidão
e derramo toda a ternura
no mar da tua língua.

Lisboa, 19-4-2009, 20:37

Luís Filipe Maçarico

4 comentários:

O Puma disse...

Belas e conhecidas fotos

Mar Arável disse...

Agradeço a tua nossa memória

Estás nas minhas referencias

Força poeta

girassol disse...

Bontas as fotografias da tua sensibilidade.
Passeei por aqui com o meu amor.

Jingã amigo
Belmi

(desculpa os dias sem palavra, têm sido atarefados por aqui... os dias)

girassol disse...

Quereria eu ter dito: "Bonitas as fotografias..."

Disparates linguísticos ou nem por isso que se cometem por aqui com ligeireza. Mas faz-me impressão quando dou com eles, o que é que queres?!...

Jingã
Belmi