"Um Barco atracado ao cais é sempre um sonho preso"

terça-feira, abril 14, 2009

Comboio para Évora e Pátio Andaluz












A viagem é rápida. Parte-se de Lisboa às 8 e 21 e pouco depois das 10 já lá estamos. Desta vez não saí da Rua dos Combatentes da Grande Guerra. Por ali fiquei, dentro de um pátio com jardim andaluz, onde os aromas e os cânticos da passarada me sugeriram estadia em estância termal...
Comi borrego que estava divinal, confeccionado pela dona Lisette e inaugurámos o novo espaço onde a Maria Amélia, o Manuel Sobral Bastos e o filho Miguel viverão grande parte do ano.
Bem hajam pela recepção!
Luís Filipe Maçarico (texto e fotos)

1 comentário:

girassol disse...

Bem hajam a Maria Amélia e o Manuel Sobral Bastos por te darem estes, e tantos outros, momentos felizes.

Jingã, Luís
Belmi