"Um Barco atracado ao cais é sempre um sonho preso"

quarta-feira, maio 31, 2006

Segurança Social


Hoje no "Público", página 36, notícia a 4 colunas: "Deputado do PS critica "falta de coragem" na Segurança Social"
Respigo este excerto:
"O deputado considera que as propostas do Governo são uma solução que "tenderá, ano após ano, a reduzir os direitos dos trabalhadores."
"No fundo, estamos a nivelar os direitos por baixo. Nós e toda a Europa."
(...) E lembrando que cada vez mais o trabalho do homem é substituído por máquinas, termina com uma ironia: "Se continuarmos a ter contribuições só sobre o factor trabalho, ainda vamos ver os robots a contribuir para a Segurança Social."
Lamento desiludir-vos, mas quem disse isto não foi Manuel Alegre, e aposto que a sumidade poética deve ter votado pela polémica alteração das sessões da Assembleia a fim de poder ver o futebol.
O autor da frase chama-se Vítor Baptista, coordenador do partido governamental na comissão de Orçamento e Finanças.
Foto de LFM (Pomarão, Maio 2006)

2 comentários:

augustoM disse...

Olá Luís, tudo bem? O deputado é uma inteligência rara, com uma visão do futuro mais arguta do que a do Bandarra.
Um abraço. Augusto

A Rapariga disse...

LOL!!!!!

Bom fim de semana.

Grande beijo

Não te deixes enganar pelo nick;)