"Um Barco atracado ao cais é sempre um sonho preso"

segunda-feira, maio 15, 2006

Café Sidi Chabâane em Sidi Bou Saïd: O Esplendor do Silêncio Debruçado Sobre o Mar















A esplanada estava repleta de turistada e tunisinos em tarde de sol e lazer. Eram dezenas e a luz esbraseava.
Pela décima segunda vez em quinze anos visitava aquele lugar que uma lenda assegura ter sido abrigo espiritual de um dos Luíses do trono francês...
Talvez os meus leitores ao saborearem a beleza deste lugar, através das imagens que consegui captar recriando um espaço íntimo, percebam porque também este Luís vive de contemplação, no êxtase da Luz!
Debruçado sobre o mar reencontrei no azul e na cal o esplendor do silêncio, que vos entrego. Não percam este verso também vosso agora...
(Fotos de LFM)

10 comentários:

Guida Alves disse...

Lindo. Lindo! LINDO!!!

Sonia F. disse...

Maravilhoso...

Fernando Jorge Pires disse...

Amigo Luís:
Conheço quem já foi à Tunísia e me disse "cobras e lagartos" daquele país. Depois de ver estas fotos lindíssimas, tiro uma conclusão óbvia: -este meu amigo não visitou estes fantásticos lugares ou então não tem esta sensibilidade de apreciar este tipo de beleza.
1 abraço de Alpedrinha

MRS disse...

Um dia vou contigo visitar esse País maravilhoso que é a Tunisia, e tb visitar os teus amigos, claro que tem de ser com tempo, belas fotos tens aqui.

(quanto á minha foto dos 30 anos do atentado á embaixada de Cuba, foi na cidade Universitária propriamente na Faculdade de Medicina Dentária, foi um momento muito comovente imaginas, desculpa de não te ter dado conhecimento, sempre que houver iniciativas deste género te mandarei um mail, gostei do teu texto, abraço companheiro.

porteiro disse...

Mensagem recebida no dia 16 de Maio de 2006, às 13:10

Reproduzo aqui um comentário que fiz ao teu último post e que o sistema do teu blogue não me deixou introduzir:

Lindo, como tudo em Sidi Bou Said.
No entanto ... há sempre um senão.
As tuas muitas, que não excessivas, fotografias da Tunísia vieram despertar dois tipos de sentimentos.
Se por um lado o país me encanta, e esta terra linda em particular com os seus azuis únicos, por outro não posso deixar de pensar a quantas mulheres tunisinas não estará vedado sentarem-se calmamente nesse, ou noutro qualquer, café a saborear o seu chá de menta e a olhar, simplesmente a olhar a cal e o azul...
Isto de ser mulher é sempre diferente cá e, sobretudo, lá.
MEG


Abraço

Mª Eugénia Gomes

Mané disse...

Gosto muito das cores e do son ritmado das palavras.
Pena que não tenha tantos comentarios no meu como tu!!

A Rapariga disse...

Maravilhoso!

Só um homem como tu, tem sensibilidade para captar a beleza das imagens e compartilhá-las connosco.

Obrigada, Luís

Amo-te, do fundo do coração...

plenitude disse...

Obrigada, por lhe lembrares uma vez mais esse lugar de Luz... que me faz interrogar o que faço aqui?

Fernando Manuel O. Pinto disse...

Sabes, Luís, adoro viajar... Nos livros, nas imagens, quando caminho. Belas imagens, as tuas! Parabéns!

augustoM disse...

Já era tempo de tirares um passe, deve sair mais barato.
Um abraço. Augusto