"Um Barco atracado ao cais é sempre um sonho preso"

segunda-feira, janeiro 10, 2005

Marmoto

Fomos bombardeados com as imagens mais chocantes. Uma vez mais! Fiquei em estado de choque quando no hotelzinho de Lucena comecei a ver na televisão a insuportável realidade. Corri ao quarto da Cristina para lhe dizer o que se estava a passar. A minha expressão tinha tanto desespero que ela pensou que o planeta estava a sofrer um ataque nuclear. Ou qualquer desastre parecido com as imagens apocalípticas do fim do mundo, que de algum modo a sociedade em que vivemos alimenta, na sua matriz catastro-bíblica...
Regressei hoje ao trabalho após umas férias cheias de luz.
Tinha a caixa de correio electrónico repleta. Uma parte das mensagens eram sobre o tsunami e prometiam imagens incríveis, arrepiantes, horríveis. Já vi o suficiente na TVE, na RTP e sucedâneos. Nos jornais.Nas conversas...
Apaguei tudo sem ver. Não quero ver! Tenho os olhos magoados, a alma ferida. E uma imensa falta de paciência para estes voyeurs pseudo-solidários, que em vez de fazerem algo de melhor pelo mundo se entretêm a poluir os computadores alheios.
Obrigado http://vemosouvimoselemos.blogspot.com pela forma como falaste do assunto, Obrigado Sónia pela delicadeza http://vadiar.blogspot.com
Ainda bem que há seres humanos como vocês! Digo isto sem favor.
E já agora aquele beijo para a Ana pela maneira como falou da vida, dos amigos que ama e a quem quer ainda mais depois de ver como somos tão insignificantes.

1 comentário:

Guida Alves disse...

Pois é, neste momento a RTP1 transmite um debate sobre o assunto...:(