"Um Barco atracado ao cais é sempre um sonho preso"

terça-feira, janeiro 11, 2005

Kafka is alive

Imaginem que para visitar um tesouro histórico chegam à bilheteira e vos mandam telefonar para a bilheteira para reservar bilhete.Ou que podem em alternativa fazer a reserva na net-imprimindo essa reserva como prova. Ou que têm de se dirigir a um Banco específico para num gabinete tratarem da dita reserva e depois estarem a secar numa fila à espera de pagar e receber a impressão do pagamento.
Imaginem que a novela não fica por aqui e que se tem de estar numa nova fila de 45 minutos -ao frio e à neve- para enfrentar um guichet com um senhor mal encarado que vos pede a tal impressão do Banco e o cartão de crédito para em segundos vos atirar sem pestanejar os tão almejados bilhetes!!!
Isto aconteceu no dia 29 de Dezembro de 2004 para visitar os palácios do Alhambra em Granada e é melhor que evitem Natais, Páscoas, Verões, épocas de férias escolares e quejandas...
Granada está na Europa ou no 3º Mundo?

3 comentários:

Sonia F. disse...

Eu tive mais sorte. Estive no Alhambra em Setembro, sem reserva de bilhete, estive dez minutos na fila, comprei o dito e entrei.

augustoM disse...

É o defeito da má utilização das tecnologias. Fico de alerta quando lá for.
Um beijo Augusto

Águas de Março disse...

Bem... fico avisada.
Beijos.