"Um Barco atracado ao cais é sempre um sonho preso"

domingo, agosto 22, 2004

A Osga Domingueira

Ontem voltei à praia, às ondas quentes de Agosto, ao crepúsculo coroado de gaivotas, às conversas que têm aromas de nostalgia e a intensidade de outros verões vividos com esta ternura que não podemos adiar.
Hoje, a enxaqueca acordou-me e ao abrir a varanda para arejar a casa, eis que uma desvairada osga invadiu os meus recantos e alojou-se algures num cóio fresco, talvez entre as pilhas de caixinhas repletas de papéis. Suei pensando que logo, quando me for deitar, tenho uma companhia indesejada a molestar-me com a sua baba, perturbando-me o sono.
A única coisa boa desta aparição é que ela pode querer ser a vedeta de um blog futuro, que pode chamar-se exactamente como o título deste texto: "A Osga Domingueira". Nascida para chatear. Incomodando os fiéis do marasmo.
Aliás, as palavras, quando querem, são terríveis, como esta osga okulta que não consegui apanhar, e qual big brother se diverte nas minhas costas, escondida entre os meus livros e papéis, esperando talvez a noite, para curtir as paredes e empoleirar-se no silêncio da casa, gozando a saborosa e fresca escuridão.
São quase cinco da tarde e com a enervação ainda não almocei, nem fiz nada de jeito.
Uma osga, uma melga, um crocodilo, uma cobra, como um daqueles cães cabeça-de-atum que vi na praia atrás de uma bola e da prancha de uma surfista, são pesadelos.
Será que alguém me quer aliviar e explicar como é que me vou ver livre deste bicho peçonhento?


6 comentários:

Guida Alves disse...

...lembras-te da barata, que até mereceu um poema? ;)

Guida Alves disse...

Lembras-te da barata, que até deu para um poema?...;)))

lost disse...

Confesso que as osgas me impressionam pela negativa.... Não sei como te vais ver livre dela, até porque o facto de não saberes onde ela está..... que dizer que ela pode surgir de qualquer lado!!! Mas vê as coisas na perspetciva da osga: pequenina, a tentar esconder-se um ser enorme (tu!), em pânico constante, sem saber quando se vai alimentar de insectos que te pertubam... Acho que podes ser amiguinho dela... Que tal dares um nome à tua nova companheira de pânicos? Eheheheheeh!!!

Sur Prise disse...

A perspectiva da tua amiga Vanda em relação â tua osguinha é deliciosa, mas conhecendo-te como te conheço não me parece viável. O melhor a fazer é esperar que ela saia de mansinho.
Já fos-te ver a 1ª parte do "Grande Benemérito"?
jocas

ANA

lost disse...

Então? Mais notícias da OsgaEva ou da Evaosga?? Meu Deus, se a encontrares o que vais fazer??? Dirigir-te a ela, que nem um doido homicida, de chinelo na mão e.....PLASH!!!!! ........... silêncio............ Levantas o chinelo e ..... tens esparregado de osga...... Blharg...... (smile verde com cara de vómito).... Acho que estou a ficar mal disposta......

anjoazul disse...

Olha... só te digo que, quando era pequenina, fazia festinhas ás osgas e elas gostavam... não te peço tanto, mas tem paciência com ela... E afinal já apareceu ou não?