"Um Barco atracado ao cais é sempre um sonho preso"

domingo, julho 01, 2007

Encontro da CDU na Tapada das Necessidades


















A CDU realizou na tarde do passado sábado dia 30 de Junho, um Encontro com os moradores da freguesia dos Prazeres, que teve a participação de dezenas de pessoas interessadas na salvaguarda do património natural e ambiental da cidade.
O local escolhido para esta tertúlia foi a Tapada das Necessidades, espaço pouco conhecido dos lisboetas cuja salvaguarda anima um movimento de cidadãos denominado Grupo dos Amigos da Tapada das Necessidades.
O candidato Carlos Moura, engenheiro do ambiente, escutou atentamente as pretensões daquele grupo, representado por vários elementos da Comissão Instaladora, que não só expuseram as suas apreensões face à degradação da Tapada, como o guiaram numa visita onde chamaram a atenção para o abandono de diversas instalações,nomeadamente da antiga secretaria e de uma estátua cuja cabeça foi decepada e de inúmeras floreiras derrubadas.
"Seguramente na Câmara e na Assembleia Municipal este assunto será abordado pela CDU, para que seja alterada a situação actual", prometeu o candidato, comprometendo-se a prestar contas da sua intervenção, daqui a dois anos.
A CDU foi a primeira força política a interessar-se por este assunto, inserindo nas suas preocupações sobre o futuro de Lisboa, a degradação da tapada e a urgente recuperação e animação do espaço, para fruição plena dos habitantes da cidade.

Fotos de LFM:
A tertúlia, a degradação da antiga secretaria, Carlos Moura e moradoras da freguesia dos Prazeres, o atelier de pintura da rainha Dona Amélia transformado em gabinete de Jorge Sampaio, o moinho, a estátua decepada, a estufa com os vidros destruídos, lixo proveniente de obras no Palácio aos pés de outra estátua

2 comentários:

maria augusta disse...

Amigo:
Esta é mais uma daquelas que só suscitam maus comentários.
No Comment.

Fernando Pinto disse...

Portugal tem muitas maravilhas "devolutas"...

Abraço,
Fernando Manuel