"Um Barco atracado ao cais é sempre um sonho preso"

domingo, maio 27, 2012

Entre os Vestígios da Mértola Islâmica e os Gestos que Criam Futuro. Notícias do XXI Encontro da Aldraba. Segundo Dia.

Este domingo, segundo dia do XXI Encontro da Aldraba, os participantes preencheram a manhã com uma caminhada nos trilhos do Minério e do Contrabando, entre Santana de Cambas, Mina de S. Domingos, Achada do Gamo, Montes Altos, regressando a Santana. José Constantino Costa, da revista Itinerante, foi o organizador do percurso.



O almoço no Alengarve, em Mértola, envolveu um cozido de grão que estava um espectáculo e um doce de amêndoa e gila, que se recomenda, pelo cariz conventual da receita.
A tarde decorreu entre a Mesquita /Igreja Matriz da vila e a alcáçova do castelo, tendo o grupo sido magistralmente acompanhado pela Professora Susana Gomez, do Campo Arqueológico de Mértola.

Após dois meses da realização de um encontro em Odivelas, a Aldraba continuou a cumprir, de forma estimulante, o seu projecto, desta vez no Baixo Alentejo, entre os vestígios de uma civilização que marcou o Mundo e a solidariedade para com os vivos que transformam os dias, criando futuro.
Bem haja a todos!
Luís Filipe Maçarico (texto e fotos)

4 comentários:

elvira carvalho disse...

Excelentes fotos. Bom trabalho.
Um abraço

Mar Arável disse...

Boa partilha

com aquele abraço

Mar Arável disse...

Boa partilha

com aquele abraço

José Freitas disse...

Um programa recente da SIC Notícias disse mentiras sobre o caso «Equador», que tem partes copiadas de «Cette nuit la liberté».
MST é um «moralista» anti-Esquerda, refiro-me a Esquerda de facto e não a esquerda troikista.
A Censura anda muito activa nos comentários dos blogs. Espero que deixe passar este comentário.
Em www.anticolonial21.blogspot.com está a verdade inconveniente sobre a cópia de partes de «Cette nuit la liberté» por Miguel Sousa Tavares para o livro «Equador».