"Um Barco atracado ao cais é sempre um sonho preso"

terça-feira, dezembro 22, 2009

Sandra, a Rapariga Luminosa


Sandra é um doce, com os pés bem assentes na terra, mau grado alguns obstáculos que a vida colocou no seu caminho. Se fosse árabe, couscous que viesse da sua sabedoria, seria manjar de deuses; bastou-me provar um iogurte delicioso, para saber que onde põe o dedo há garantia de uma gastronomia divinal...
Descendente de uma família das Minas de S. Domingos, tem o coração repartido entre Tavira (onde trabalha) e Faro (onde reside).
Se acreditasse em sereias, Sandra, a rapariga sorridente que celebro neste blogue, criado para falar dos dias e rostos do Sul, é uma musa do mar, embalado pelos seus olhos marotos...
Mas ela é muito mais: Amiga afectuosa, companheira no infortúnio e no júbilo.
Estudante aplicada, arqueóloga ciosa, Sandra é um ser único: Tem magia nos gestos, eloquência e graciosidade nos passos, inteligência nos projectos, partilha e ternura na pegada.
Festejo aqui este conhecimento luminoso, concretizado ao longo de vinte e seis meses de companheirismo, aprendendo e compartindo, na radiosa Mértola.
Obrigado por tudo, AMIGA!!!
Luís Filipe Maçarico (Texto e fotografia)

1 comentário:

António Baeta disse...

Eu subscrevo, salvo os parágrafos finais que se confinam à vossa vivência comum.