"Um Barco atracado ao cais é sempre um sonho preso"

sábado, junho 16, 2007

Uma Opinião de Álvaro Cunhal Através da Sua Caligrafia



No mesmo dia há dois anos faleceram dois homens notáveis da nossa cultura: o poeta Eugénio de Andrade e um dos políticos mais amados, artista também.
Partilho hoje correspondência desses dois criadores (Álvaro Cunhal como sabem era um desenhador e um escritor de mérito).
Quando recebeu duas edições do meu livro "Pastores do Sul" o antigo secretário geral do PCP respondeu também por duas vezes, com a sensibilidade dos grandes vultos, que ao contrário dos medíocres que nos têm governado, sabiam para onde caminhavam.

4 comentários:

marialascas disse...

Pastores do Sul?

Fernando Pinto disse...

Como Cunhal, também eu tive o privilégio de receber a tua poesia em forma de livro, amigo Luís. E a partir desse momento pude sonhar ainda com mais convicção!

Abraço,
Fernando Manuel

a.castro disse...

grandes vultos... e ...medíocres.É isso mesmo, um post pequeno mas com muito significado!
Abraço.

Alexandre Pirata disse...

Olá Boa Noite amigo Luís Maçarico!

Apreciei imenso este teu gesto de recordar estes dois grandes vultos da Política e das Letras que pela ironia do destino nos deixaram, só fisicamente, no mesmo dia.
Com o Alvaro Cunhal, tive a felicidade e o privilégio de partilhar com ele alguns momentos de reflexão não só sobre política internacional, mas também sobre artes plásticas, onde eu fiquei fascinado com a sua eloquência, um génio.
Não tive o prazer de conhecer tão de perto o Poeta Eugénio de Andrade.
Sem duvida duas grandes figuras, que marcaram a história do Sec.XX e as suas reflexões e poesia são um importante contributo para uma vida mais justa e com dignidade.
Parabéns Luís pelo teu Trabalho.
Um abraço,
AP