"Um Barco atracado ao cais é sempre um sonho preso"

sábado, junho 16, 2007

Um Poema e Uma Foto com Dedicatória, de Eugénio Através da Caligrafia do Poeta




Partiu há dois anos em Junho. As suas palavras, tão solares, que nos acompanharam vida fora, vão permanecer. Não se pode esquecer uma vida assim, dedicada à essência, ao espírito, à beleza, à Poesia..

2 comentários:

maria augusta disse...

Eis a prova de que alguns barcos têm que ficar amarrados ao cais, sob pena de ficarmos mais tristes e mais pobres.
Depois de tamanha beleza, palavras para quê?
Ficámos mais ricos.
Obrigada e um abraço

Fernando Pinto disse...

Um poeta que eu admiro, como todos os poetas que beberam da água que jorra da fonte de Hipocrene, ou de uma dessas fontes lusas que matam a sede aos pardais...

Abraço,
FMOP