"Um Barco atracado ao cais é sempre um sonho preso"

domingo, novembro 26, 2006

VIII Encontro de Poetas em Alpedrinha










No passado dia 18 de Novembro, realizou-se em Alpedrinha, no Salão Paroquial, o VIII Encontro de Poetas, iniciativa que criou um público fiel para quem a poesia é pretexto para convívio com a poesia do Mundo.
Já por ali passaram jovens poetas de Espanha, alguns prémios revelação da Associação Portuguesa de Escritores, poetas beirões, poetas de Lisboa, poetas do Alentejo... a maior parte com obra publicada e conceituada.
Desta vez, estrearam-se três poetas que têm divulgado os seus versos em periódicos e na Internet. Um destes dias, tenho a certeza, vamos lê-los em livro...
Paula Cristina Lucas da Silva, filha da terra conquistou os conterrâneos com o esplendor da arte que tão bem domina. O professor Jorge Souto e a actriz Nádia Nogueira, encantaram pelas palavras que partilharam: plenas de mundivivência e ternura pela vida.
O Padre Manuel Igreja, o provedor Dr. António Ribeiro (e sua esposa Dona Pilar), António Simões, poeta de Beringel lido pela ex-aluna São Baleizão, Luís Maçarico, o Engº José Alberto Franco com João Cabral de Melo Neto ("Morte e Vida Severina") e o Dr. João Mendes Rosa, director do Museu de Arqueologia do Fundão, que apresentou poemas de Núria Benito ("Creencias") foram os restantes intervenientes.
Esta iniciativa foi criada e é acarinhada há uma década por Francisco Miguel Barata Roxo, de quem partiu igualmente a ideia de editar uma revista de poesia "Petrínea", da qual foram publicados dois números.
Fotos de Mário Sousa

4 comentários:

PHYLOS disse...

A revist ainda continua? Ou parou de ser publicada? Parabéns pela iniciativa do Encontro.

augustoM disse...

Luís não sou poeta, nem geito para a rima tenho, mas admiro quem a Natureza previligiou com tão grande arte. Só escrevo umas baboseiras que revelam como eu penso, nem sempre igual aos outros, o defeito deve ser meu.
Tentei mandar um mail a agradecer o que gentilmente me enviaste, mas não consegue entrar, possivelmente tens a caixa muito cheia.
Um abraço. Augusto

Fernando Jorge Pires disse...

Caro amigo Luis:
Tive imensa pena de não ter podido estar presente neste encontro de poetas. Este é um evento de presença obrigatória para quem gosta de poesia. Um serão diferente e que termina sempre com a vontade de querer mais e mais.
Como bem lembraste, este acontecimento foi criado pelo Sr. Francisco Barata Roxo, enquando membro da Direcção da Liga dos Amigos à qual também eu fazia parte. Todos estamos lembrados da visita que a simpática Sr.ª D. Rosa Lobato de Faria fez num destes encontros. Foi uma noite maravilhosa.
Outras noites assim irão ter lugar nesta nossa terra lindíssima.
É assim Alpedrinha, tal como tu a conheces.
Um abraço do amigo alpetriniense.

Eduardo Castro Serra disse...

Sei que foi mais um serão fantástico mas quis o destino que desta feita eu estivesse ausente. Nesse dia, o casamento de um sobrinho meu aí em Lisboa falou mais alto ao meu chamamento. Por isso te peço que releves mais esta minha falta. Entretanto vou andando por aqui a beber do teu blog.
Aquele abraço.