"Um Barco atracado ao cais é sempre um sonho preso"

segunda-feira, julho 17, 2006

Dias Tranquilos- Memória de Uma Manhã que o Mundial de Futebol impediu






O ano passado -25 de junho-a objectiva de Mário Sousa (que hoje inaugurou uma exposição de fotografias de sua autoria) captou estas imagens, de um percurso em torno do património invisível, pelas ruas antigas da cidade de Montemor-o-Novo.
Buscávamos aldrabas, batentes, martelos de porta, espelhos de fechadura e toda uma linguagem simbólica que estes artefactos têm para nos contar.
O grupo integrava 21 pessoas muito interessadas e não fora o mundial de futebol, este ano, o 1 de Julho poderia ter sido também festivo.
O número de inscritos, no passeio programado para este ano, foi escasso e sendo assim ficou para 2007, pela Primavera, a hipótese de se visitar uma oficina de ferreiro e redescobrir uma parte das centenas de utensílios que Montemor-o-Novo ainda guarda nas suas portas e continuam a servir para anunciar visitas e intrusos. Talvez nessa altura já existam postais com fotografias de aldrabas e batentes...

6 comentários:

Fazendeiros disse...

Em primeiro lugar obrigado pelo comentario sobre a ida dos Fazendeiros à Sérvia. Mais uma vez não tive oportunidade de fazer o passeio convosco pois como Fazendeiro estava a dançar mas, conheço muito bem esses objectos cheios de história, todos os dias passo por eles a caminho do trabalho. Obrigado por mais esta visita à Nobre Cidade de Montemor-o-Novo

MRS disse...

Bom dia Luis, és de facto uma pessoa por quem tenha grande admiração, o facto de teres colocado aqui fotos minhas desse dia memorável, para mim é um grande acontecimento, e tb fazeres refeência á minha exposição, de facto o futebolismo transformou-se na nova religião deste povo que adora viver amordaçado, somos um povo que prefere a industria do futebol em detrimento á cultura, é um povo que confunde "coltura" com Cultura, tive pena que fosse adiado essa iniciativa em Montemor, já te o tinha dito noutra altura, aqui fica a minha tristeza por este povo ingrato.
Abraço Luis.

Pete disse...

Caro Luis só uma questão:
O que é uma aldraba?

Um Abraço e bom fim-de-semana,

Pedro Gonçalves.

Alexandre Pirata disse...

Bom dia amigo Luís, depois de hoje no Jornal da Noite, ouvir a triste notícia que mais uma das grandes expoentes da nossa Cultura, se viu obrigada a exilar-se no Brasil, vim atrás do belo Poema que dedicaste a essa grande Senhora Maria João Pires, que oportuno.
Vim atrás do belo poema dizia, e soube por este teu Blog, que a visita no âmbito dos Dias Tranquilos não se realizou, graças á nova enfermidade que assola o País de Norte a Sul, o "Futebolismo"!
Eu estive na cresta das minhas Abelhinhas o dia inteiro, este é um grande "Ano Melífero", pelo que não me inscrevi, para a Primavera conto poder participar na visita, conhecer mais sobre as aldrabas, e partilhar o pouquinho que delas conheço.
Um grande abraço, AP

Alexandre Pirata disse...

Bom dia amigo Luís, depois de hoje no Jornal da Noite, ouvir a triste notícia que mais um dos grandes expoentes da nossa Cultura, se viu obrigada a exilar-se no Brasil, vim atrás do belo Poema que dedicaste a essa grande Senhora Maria João Pires, que oportuno.
Vim atrás do belo poema dizia, e soube por este teu Blog, que a visita no âmbito dos Dias Tranquilos não se realizou, graças á nova enfermidade que assola o País de Norte a Sul, o "Futebolismo"!
Eu estive na cresta das minhas Abelhinhas o dia inteiro, este é um grande "Ano Melífero", pelo que não me inscrevi, para a Primavera conto poder participar na visita, conhecer mais sobre as aldrabas, e partilhar o pouquinho que delas conheço.
Um grande Abraço, AP

Alexandre Pirata disse...

Bom dia amigo Luís, depois de hoje no Jornal da Noite, ouvir a triste notícia que mais um dos grandes expoentes da nossa Cultura, se viu obrigada a exilar-se no Brasil, vim atrás do belo Poema que dedicaste a essa grande Senhora Maria João Pires, que oportuno.
Vim atrás do belo poema dizia, e soube por este teu Blog, que a visita no âmbito dos Dias Tranquilos não se realizou, graças á nova enfermidade que assola o País de Norte a Sul, o "Futebolismo"!
Eu estive na cresta das minhas Abelhinhas o dia inteiro, este é um grande "Ano Melífero", pelo que não me inscrevi, para a Primavera conto poder participar na visita, conhecer mais sobre as aldrabas, e partilhar o pouquinho que delas conheço.
Um grande Abraço, AP