"Um Barco atracado ao cais é sempre um sonho preso"

sábado, outubro 29, 2005

Enquanto Houver Força


Envelhecer é para mim normal: dentes e cabelos gastam-se, aumenta-se de volume, ganha-se sabedoria, já não se é facilmente enganado. O que se perde em inocência compensa-se com a experiência. Os conselhos, as intuições, os sentimentos, o controle emocional têm mais probabilidade de nos fazer chegar à harmonia.
Nesta foto, tirada em 1984, num parque de campismo em Graz - fronteira austro-húngara - eu tinha 32 anos.
Faço hoje 53.
Ali, eu reiniciara os meus estudos: curso nocturno para completar o 10º,11º e 12º ano. Era técnico sanitário da Câmara Municipal de Lisboa. Tinha muitos poemas dispersos por jornais e revistas, desde a adolescência, mas nenhum livro publicado. A paixão amorosa estava no auge - era um alimento precioso.
Amor, afinal, é jóia rara. As pessoas, as que ainda o são, constituem um tesouro. Aprende-se estas coisas vivendo. Cavalgando a besta do desencontro.
Chego a esta etapa com dezenas de títulos editados, concluí o mestrado em Antropologia, viajei muito, conheço melhor o Outro e eu próprio, embora como diz Viviane "a vida não chega" para abarcarmos tudo.
Aprendi a mexer no computador. Descobri esta delícia que é animar um blogue. O telemóvel é um objecto que também já entrou nas minhas rotinas, pela sua utilidade até para coisas tão ridículas como um dia destes ter ido visitar um casal amigo cuja campaínha da porta de casa estava avariada, ou para comunicar mais facilmente com os meus amigos tunisinos.
Escrevo agora muito menos cartas. Estou até cansado com o desconcerto do mundo e a secura do cravo da esperança.
Mas logo, quando à mesa da amizade trocar sorrisos como rosas, vou dizer com os olhos que existir só faz sentido na partilha desse lugar mágico, que acende de novo todas as esperanças. Ou para citar José Afonso:"Enquanto houver força..."

17 comentários:

bobmaki disse...

Foi nesta caminhada que em 1980 nos conhecemos, tínhamos 28 anos, o Nuno com 1 anito de idade... tão próximo me parece tudo.
E momento a momento, ano após ano, chegámos aos 53.
Sim é verdade, tantas cartas e postais que escrevias e que guardo como relíquias.
Trocaremos sorrisos mágicos sempre e até que a vida nos deixe.
Festejaremos logo á noite na "mesa da amizade".
Um beijo cheio de amor e de gratidão por te ter conhecido.
ANA

J.C.Pereira disse...

Um abraço.
O caminho vai ser longo e há muito para fazer...
Força Amigo
JCpereira

stillforty disse...

Parabéns! Parabéns! Ainda vais na casa dos cinquenta...

Eras um borracho! Belíssima foto!

Que seja uma óptima comomeração!

Beijos fofos

Mané disse...

Houve momentos mais sentidos. A poesia transpirou da tua pele juvenil, criando um rio de amizade pura e solida, que substitui-o uma ausencia paternal juvenil. Como o dizes, o mundo escurece.
Sempre foste uma luz para mim, transparente, amiga, triste ou contente, serás sempre o mais especial dos AMIGOS, PAI ou IRMAO mais velho.
Obrigado por tudo...

a.castro disse...

Caro Luis,
Gostei muito deste post. Não necessariamente porque estou de acordo com ..." o desconcerto do mundo e a secura do cravo da esperança." e com a citação a José Afonso, nem tão-pouco porque o seu camuflado me faz recordar velhos tempos - a que me permito acrescentar também a secura das rosas - mas porque há que acreditar ainda na esperança...
Tenho mais dez anos com o peso da guerra colonial (Angola 1965/67)- este post tem um link que o "leva" a Zala - por isso o meu caro amigo vai ter mais 10 anos do que eu para continuar a trabalhar...
Abraço
a.castro

maria_arvore disse...

Comecei por te ler, os teus contos e as tuas poesias, em 1986, já que eu recebia os trabalhos dos concorrentes e apenas os teus me fascinavam.
A vida dá muitas voltas e os anos passam mas tu tens o mesmo sorriso que te vi em 1986 porque, como dizes, enquanto houver força não se desiste. :)

Muitos parabéns, Luís! :)

oasis dossonhos disse...

Amigos:
Raramente comento o comentado,a não ser que, como hoje, as vossas palavras, dedicadas a um momento tão especial, me toquem de uma maneira tão ternurenta, tão maravilhosa.
Bem Hajam a todos! Na vida e aqui na blogomania, preciso da vossa companhia, do afecto e do estímulo.
Tudo de bom também para vós!
LFM

zoltrix disse...

Parabéns, parabéns e parabéns!E com muita força, sempre...!

Sandro disse...

Parabens! E "enquanto houver força" continua... :)

ismaelcabral disse...

Desses 53, em 9 temos partilhado momentos que não esquecerei... estarão sempre no meu album de recordações! Ainda temos tantas páginas por preencher! Um abraço e muitos Parabéns!

C.S.A. disse...

Eh, pá, ao menos avisavas que fazias anos, Luís! (ainda se fosse desfazê-los... risos)
E hás-de aprender muito mais coisas, home.
Julgava-te na Tunísia (tive uma série de visitas de lá).
Bom, mas não quero «intimizar» aqui as coisas em lugar público...
Um abraço, com cansaço e excesso de cafés e horas sem dormir, sim, e nem paciência para mim.

Mendes Ferreira disse...

obrigado AMIGO....não mereço. e PARABÈNS. BEIJO_TE.

Fernando B. disse...

Companheiro,

Os anos passam, mas há aqueles, como tu e eu, que conseguem manter bem viva a chama da Esperança dos seus Sonhos.

Um grande Abraço,

Roberto Iza Valdes disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
lost disse...

Parabéns amiguinho. Estão atrasados aqui, mas pessoalmente foram na hora!!

Parabéns por mais um ano conquistado.

Parabéns por aceitares o envelhecimento como algo natural do nosso percurso.

Parabéns por partilhares connosco muita das tuas experiencias.

Parabéns por saberes 'crescer' e ao mesmo tempo, conservar o que melhor há em ser 'criança'.

Parabéns por saberes fazer amigos, e acima de tudo, 'conservar' essas amizades ao longo da tua caminhada.

Um grande jinho. Sempre contigo.

Rui Graça disse...

Camarada, amigo...

Não resisti ao teu apelo de revisitar o teu blog!

Juntos passámos 1 ano das nossas vidas partilhando a parede do aquário 8 nesse primeiro andar! Eras o gajo grande da sala! Grande nos disparates, nas piadas, na forma directa como dizes as coisas!

1 ano se passou à quase 1 ano atrás!

O que é certo é que foi um ano muito importante para mim, cheio de enormes decisoes, momentos esses que partilhei contigo, que partilhaste comigo, que ouvi os teus conselhos!

Vai em frente, e obrigado por seres quem és!

Grande abraço

Roberto Iza Valdes disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.