"Um Barco atracado ao cais é sempre um sonho preso"

quarta-feira, outubro 21, 2009

Vanda Oliveira: Um Beijo de Amizade





Tenho a sorte de a ter como amiga. É uma das mulheres mais ternas que conheço. Bonita, jovem, traquinas, tímida, discreta e leal.
A Vanda é tão maravilhosa colega de tarefas profissionais, quanto fraterna confidente de cumplicidades risonhas.
Conheço-a há década e meia, mas verdadeiramente somente a partir da viragem do milénio, circunstâncias laborais proporcionaram, que ficássemos, durante anos, nas mesmas salas, trabalhando em equipa.

É de um companheirismo notável, com uma serenidade e uma ponderação que pede meças.
Devo-lhe este blogue, pois é uma das madrinhas.
O primeiro telemóvel, a primeira máquina digital, o primeiro portátil, chegaram às minhas mãos com a sua intervenção.

Com ela escrevi um conto premiado pela "Alma Alentejana", tendo a inspiração sido colhida numa noite inesquecível de Verão em S. Cristóvão, Montemor-o-Novo.
Estivemos em Loulé e no Solar dos Javalis, na Cortelha, confraternizando com amigos.
Integrou a primeira equipa do Conselho Fiscal da Aldraba, associação da qual foi um dos 80 fundadores.

Socióloga, escreveu para a revista desta instituição sobre os Fofos de Belas, e antes, participou em equipas de recolha patrimonial em 3 freguesias de Loures e numa Jornada de Cultura Saloia, além de ter ajudado a inventariar aldrabas e batentes dos Olivais Velhos. Escreveu artigos sobre esses utensílios, preparou power point (com Leonel Costa) apresentado nas Jornadas Culturais da Freguesia dos Olivais.

Esteve comigo na apresentação da minha tese de mestrado.
E há dias fomos ao Coliseu saboerear o Projecto Amália.
É, sublinho, uma das pessoas que mais amo.
Tem estado sempre perto, até quando as lágrimas bailam nos meus olhos, pela tristeza que alguns seres, pelo seu comportamento desconcertante provocam na nossa alma.
Tem estado nos jantares dos aniversários, teclamos muito no msn...é uma pessoa presente.

Hoje é um dos dias mais decisivos da sua jovem existência.
Estou com ela, para sempre, acreditando que vai vencer, porque é uma pessoa cheia de força e de vontade de viver.

Uma manhã destas vamos voltar a rir do desconcerto do Mundo, mas até lá, todas as energias positivas do cosmos estão em redor da Vanda, através de uma forte roda de amigos, que pensa nela, com carinho, desejando-a feliz na sua caminhada futura e no coração dos melhores gestos e sentimentos, desta passagem tão cheia de obstáculos e de heroísmos.

Para mim, a Vanda é, neste momento o Herói que mais admiro, pela coragem e pela vontade de viver, demonstrados nos bons e nos instantes menos luminosos. Por isso, tomo a liberdade de lhe dar este beijo de amizade.
Retribuo a sua mensagem de há horas, reenviando aqueles "beijos de esperança". Com toda a esperança desta vida.

Luís Filipe Maçarico (texto)
Fotos de LFM e Mário Sousa.

17 comentários:

Ana disse...

Vanda estás a dar-nos uma grande lição de FORÇA. Um beijo grande para ti e cá te esperamos.

rosa disse...

Estas tuas palavras acerca da Vanda, emocionaram-me ao ponto de te pedir licença para lhe dedicar, este poema, que fiz para todos aqueles e aquelas que passam por este problema.
***
AMOR, FORÇA E FÉ

Amor,Força e Fé
Três pontos essênciais
P'ra quem vai caminhando a pé
Na estrada dos vendanais
Ao fundo, há uma luz bendita
Clareando outra alvorada
Mostrando a quem acredita
Que vale a pena a caminhada
E assim nossa união é a força
Que junto a ti será mais forte
Para na fé sentirmos a esperança
De poder vencer a morte.
Rosa Dias

Este é o poema que está na sala do nosso nucleo à qual estou ligada desde o início.

Desejo sinceramente que a Vanda passe depressa esta fase.
Nós cá estamos para ajudar na caminhada com muito carinho.
Abraço da amiga certa.

Rosa Dias

mariabesuga disse...

Eu não fazia parte da roda de amigos da Vanda. Não a conheço sendo ainda assim que devo ter estado em algum momento partilhando alegrias tuas.

Neste momento e não sabendo exactamente do que se trata, e nem é preciso, junto a minha força para ela à dos já Amigos.

Deixo um abraço daqueles que sei com o meu calor e Amor e toda a amizade e carinho.

Se há uma etapa difícil para ser ultrapassada pela Vanda seguramente que com os Amigos a ultrapassará.

Gostarei de saber e virei aqui à procura de notícias felizes.

Jingã
o meu abraço em ti também na consciência de que melhor Amigo é o que tu és.

marialascas disse...

AS minhas energias positivas são também neste momento para a Vanda. Estive pessoalmente com ela apenas uma vez, mas bastou para que tivesse dela essa ideia de fraternidade e meiguisse.

Eugenia disse...

Diz à Vanda que tem muitos amigos que ontem e hoje estão a torcer por ela e para que tudo corra bem.
Amanhã estaremos disponíveis para o que ela precisar de nós.
Um abraço com muita força

oasis dossonhos disse...

Rui Baptista Graça para mim
mostrar detalhes 10:49 (2 minutos atrás)


Ola Luis!

Bonito texto e bonita homenagem à Vanda!

A tua ligação a ela não tem comparação com a minha, que apenas durou um ano! As partilhas fotográficas, a ida a Montemor-o-Novo, as parvoices que aconteceram no aquário 8, a capa do vosso conto "alma alentejana"... muito bons momentos!

Apesar da distancia e do pouco contacto que temos mantido (eu com vocês...), quer tu quer a Vanda são como sabes, das pessoas que maior lugar têm cá dentro, de entre o universo do DD!

Realmente o bichinho anda a bater em quase todas as portas e a Vanda nao foi excepção! Mas, como mulher forte que é, acredito que vá superar esta adversidade!

Um grande abraço aos dois, mas os beijinhos são só para ela!! ;)

Rui

elvira carvalho disse...

Por tudo o que diz dela, deve ser uma mulher admirável. Por tudo o que se lê e se advinha, é uma mulher de força, que será sem dúvida uma das guerreiras que combatem com sucesso esse monstro.
A minha energia positiva, a minha oração e o meu abraço para ela.
Para si o meu abraço e a minha admiração por esse dar-se na amizade que é tão raro hoje em dia.
Tudo de bom para os dois

jose disse...

Não conheço muito bem a Vanda, apesar de termos sido colegas de trabalho (no mesmo edifício) durante alguns anos. Falámos muitas vezes, mas nunca se proporcionou passar das banalidades profissionais ou das conversas de circunstância, para um conhecimento mais pessoal. Só assim se compreende que uma paixão comum, como a fotografia, viesse a ser abordada e conhecida, anos mais tarde, quando já não trabalhávamos juntos, num almoço promovido pelo Luis Maçarico, numa tasca de uma ruela perdida ali para os lados do Cais do Sodré. Penso que foi a última vez que estive com a Vanda. Apesar disso tenho muitas vezes notícias suas - ou pelo Luis ou por outros amigos comuns - e, dessa forma, tenho acompanhado parte do seu percurso de vida.
Aqui, parafraseando o Luis, torna-se necessário dizer que a Vanda é uma das pessoas mais bonitas, jovem, traquinas, tímida, discreta e leal que conheci até hoje. Essas são as impressões que me deixou desde o primeiro momento e que se mantêm inalteráveis.
Por tudo isto (e por muito mais que o espaço e o tempo não permitem aprofundar) fiquei chocado com a notícia que o Luis me deu. Essa notícia só reforça o meu agnosticismo - sem querer ofender quem não partilhe o meu ponto de vista - porque não posso crer na existência de uma justiça divina tão injusta e penalizante ou a existência de um Deus cuja omnipresença tem tantos "bugs". A doença da Vanda é de uma INJUSTIÇA BRUTAL e isso indigna-me profundamente.
Ontem, numa conferência integrada no IV Ciclo de Conferências da Arte, a decorrer na FBAUL, encontrei a Marta e a Paula que me disseram a hora a que decorreria a intervenção cirúrgica a que a Vanda foi submetida. Hoje, logo de manhã, liguei ao Luis para saber se tinha notícias e fiquei contentíssimo por saber que as indicações que tinha eram muito satisfatórias.
Partilho convosco a expectativa das suas rápidas melhoras e do regresso ao nosso convívio.
Manter-me-ei convosco neste anel solidário de que a Vanda é uma inequívoca merecedora, reforçando esta rede social de LAÇOS FORTES (a intensidade emocional e a qualidade dos mesmos assim os definiram), tornando consistente aquilo que Granovetter tão bem definiu em "The Strength of Weak Ties".
Até breve.

Ana disse...

Luís
Já hoje te telefonei a perguntar pela Vanda e mandei o meu beijinho para ela.
Mas quero aqui reforçar a minha energia positiva.
Quero dizer-te também, que tenho orgulho de te ter como amigo, porque sinto que não és só meu e que espalhas amor á tua volta.
És fonte inspiradora de afectos.
Estes comentários para a Vanda são também para ti.
Obrigada Luís.
Aquele beijo
ANA

mariabesuga disse...

Venho aqui rapidinho para deixar um beijo pqrq passares para a Vanda.

Deixo um abraço meu que leva o meu Amor.

Se há energias positivas que possamos unir e entrelaçar e juntar de longe, seguramente as minhas estão presentes pois tenho no pensamento o desejo todo de que a Vanda ultrapasse estes momentos.

Deixo para ti um poeminha dos que te fiz há tempos que leva mimo para os dois.

"Do teu jeito de ser assim
(Para o Luís Filipe Maçarico)

Há um doce em rama
Naquilo que és
Do sonho maior
Donde vês o mundo
Todas as tuas verdades
São puras
Porque em ti
Tudo tem jeito de ser assim"


...porque em ti qye és "O AMIGO" estará parte da força de que à Vanda será suporte...

Jingã
Belmi

elvira carvalho disse...

Passei para saber notícias da Vanda.
Deixo o meu abraço e o desejo de que a recuperação seja total.
Bom Domingo

mariabesuga disse...

Deixo mais um beijo à tua heroína (o teu herói) e o desejo de que na coragem e força faça com o abraço dos amigos todos a luz para abrir caminho e manter-se a Vanda mulher menina vida feliz

Jingã

oasis dossonhos disse...

Tomo a liberdade de partilhar, pela beleza e carinho, a mensagem que se segue:

Isabel Ferreira
para mim

mostrar detalhes 23 out (2 dias atrás)

oh Luis.....:(

fico tão penalizada....a vida é uma eterna rasia de sorrisos.....

espero que a Vanda recupere bem ......vai recuperar!!!!!

e tu tens de ter J U Ì Z O!!!!!
raios ____________________já é tempo de perceber que não podes ser tão "guloso"....:) ainda para mais a vida é-te vital . para continuares a espalhar esse teu olhar generoso sobre nós......comuns mortais.....
xim?


cuida-te bem . mima-te.

muito.


___________________e resto é a vida a decorrer______________no seu ritmo autofágico.



adoro-te.
(e admiro.TE)

amigo de sempre para sempre!

oasis dossonhos disse...

Jorge Cabral
para mim

mostrar detalhes 19:47 (2 horas atrás)


Não sei o que se passa, mas também não preciso saber... apenas enviar-lhe também um grande beijo e desejar-lhe força.
Para tal peço ao melhor mensageiro nesta terra, que o faça por mim.
GRANDE ABRAÇO!!
Jorge

oasis dossonhos disse...

Rui Baptista Graça
para mim

mostrar detalhes 22 out (3 dias atrás)

Ola Luis!

Bonito texto e bonita homenagem à Vanda!

A tua ligação a ela não tem comparação com a minha, que apenas durou um ano! As partilhas fotográficas, a ida a Montemor-o-Novo, as parvoices que aconteceram no aquário 8, a capa do vosso conto "alma alentejana"... muito bons momentos!

Apesar da distância e do pouco contacto que temos mantido (eu com vocês...), quer tu quer a Vanda são como sabes, das pessoas que maior lugar têm cá dentro, de entre o universo do DD!

Realmente o bichinho anda a bater em quase todas as portas e a Vanda nao foi excepção! Mas, como mulher forte que é, acredito que vá superar esta adversidade!

Um grande abraço aos dois, mas os beijinhos são só para ela!! ;)

Rui

elvira carvalho disse...

Passei. Deixo um abraço para a Vanda, e o meu desejo de que tudo esteja a caminhar no sentido certo. Ainda que devagarinho. Às vezes as coisas não são tão rápidas como desejamos nós e os amigos. Não importa. O que importa é que a recuperação seja total. A Vanda VAI chegar lá.
Um abraço também para si amigo. E Força.

Anónimo disse...

Ana Isabel Veiga disse dia 27/10/2009 (00:12):
Há uns dias que não vinha aqui. estive a ver os teus mail´s
agr fizeste-me emocionar

*Vanda
lindo o q escreves
nem tenho mais palavras

*toda a sorte do mundo pra ela
*jinhos