"Um Barco atracado ao cais é sempre um sonho preso"

terça-feira, setembro 18, 2007

Uma Tela de Cristina Maria


Conheci-a no dia 7 de Junho em Évora. Chama-se Cristina Maria, é jovem e minha irmã.
Pinta a realidade com um olhar naturalista e romântico, que transforma a vida num festival de cor e sensibilidade. O paraíso que não há, procurado e exaltado na Arte...
Tive de entrar no Hi 5 para poder ver alguns dos quadros que tinha pintado e copiar este, porque a marota não me enviou nenhuma imagem para o meu e.mail...
É, pareceu-me, uma mulher discreta, de poucas falas, que se sente bem a voar nas asas da criatividade.
Por isso, também com poucas palavras, porque o que conheço dela é muito escasso, deixo aqui para vocês (e para ela) esta lembrança.

3 comentários:

Ana disse...

Uma família com arte nas veias e criatividade a brotar! beijo. Ana

a.castro disse...

Caro Luis, peço desculpa pela pergunta: a Cristina Maria, sendo tua irmã, só a conheceste no dia 7 de Junho?...
Quanto à tela pintada por ela, é excelente!
Abraço

Guida Alves disse...

Maria Campaniça

Debaixo do lenço azul com sua barra amarela
os lindos olhos que tem!
Mas o rosto macerado
de andar na ceifa e na monda
desde manhã ao sol-posto,
mas o jeito
das mãos torcendo o xaile nos dedos
é de mágoa e abandono...
Ai Maria Campaniça,
levanta os olhos do chão
que eu quero ver nascer o sol!