"Um Barco atracado ao cais é sempre um sonho preso"

sexta-feira, agosto 18, 2006

Jorge Rua de Carvalho: "Retalhos da Vida Saloia"


Jorge Rua de Carvalho fez oitenta e sete anos e continua a sonhar. Autor de vários livros de poesia e contos, que começou a escrever depois de se reformar, para partilhar memórias únicas, vai apresentar no próximo mês (a 23 ou a 24 de Setembro), durante os festejos do centenário da colectividade "Grupo Dramático e Escolar "Os Combatentes", o seu novo livro "Retalhos da Vida Saloia"
Os textos são belíssimos e o livro constituirá um agradável presente para quem gosta de ler e saber mais.
Parabéns Jorge por mais este intenso pedaço de luz e parabéns à editora que apostou em mais uma edição deste autor, bem como à Maria José que ilustrou as estórias.

4 comentários:

Paulo Sempre disse...

"retalhos da Vida Saloia". Livro que gostava de ter como pratimónio pessoal. Como posso?
Abraço

Águas da Vida disse...

Parabéns pelo excelente blog.
Big Kiss

Abade.anacleto disse...

É sempre com muito prazer que eu que me dedico à senescência como objecto de estudo e de carinho e que dou Formação em Geriatria, vejo pessoas como esta que contraria em absoluto aquela ideia muito Portuguesa (e não só) de que aos 65/70 anos é-se velho, acabado, finito. São pessoas como este escritor que nos fazem esfregar os olhos e gritar para dentro: "VÊ!". Um homem está morto quando deixa morrer dentro de si a sua criança, a sua criatividade, a sua capacidade de amar, de brincar, de oferecer a si e ao mundo um sorriso. Um homem morre quando pensa: "Qualquer dia tenho x anos e acabam-se os sonhos." Não conheço o Senhor mas gostaria de lhe enviar daqui as maiores felicidades e força na sua obra.
Obrigada meu grande amigo L. (fico a dever-te mais uma).
Um grande abraço de D. Francisco de Beja (risos, és demais, :)) ).

Uma arqueóloga disse...

Gostei particularmente de visitar este blog. É bom e agradável de ver.
abraço, JP