"Um Barco atracado ao cais é sempre um sonho preso"

segunda-feira, junho 26, 2006

Sabugal: Histórias da Raia -3
























Tenho o prazer de partilhar mais de duas dezenas de imagens da interessante exposição sobre Contrabando, recolhidas durante as Jornadas dedicadas àquele tema, realizadas no Sabugal, com o apoio do município local e da Sabugal Mais.
A exposição está patente no Museu Municipal até Agosto.
Nestas fotografias poderão encontrar os tecidos, as máquinas de coser roupa, o minério, vários apetrechos necessários para transportar as mercadorias clandestinas e a representação dos dois lados da fronteira, através das fardas e armas expostas, outrora pertencentes aos guardas fiscais e carabineros.
Margarida Alves, José Prista, José Rodrigues e António Eloy: Como esta temática pode um dia vir a ser trabalhada por vocês (um pelo menos tem esse compromisso perante a comunidade de Santana de Cambas) aqui fica o eco da mostra no Sabugal...
(fotos e texto de LFM)

4 comentários:

Mendes Ferreira disse...

e assim se faz Cultura...nossa....e tão ostensivamente esquecida!


excelente Luis.


(e maior e dedicado amigo....de tanto e tanto tempo....obrigada.)

abraço. enorme.

augustoM disse...

Na Raia não havia, e possivelmente continua a não haver, bandeiras, só visinhos que se visitavam e continuam a visitar, numa linguagem só.
Uma exposição muito interessante.
Um abraço. Augusto

Mendes Ferreira disse...

beijo. beijo. beijo.



porque sim!!!!!!!!!!

Abade.anacleto disse...

Curiosa a forma como aqui me materializei. Por acaso (que é algo em que não creio). Acabei de declamar um pouco de Neruda (El viento en la Isla, quiçá a mais bela poesia jamais escrita por mão humana), depois o inevitável Eugénio. Por fim, pus o nome e o Google trouxe-me a este homem culto, afável, de coração e alma descobertos.
Os meus parabéns pelo excelente blog e por esta bela iniciativa que me preencheu os olhos da alma.
Um abraço.