"Um Barco atracado ao cais é sempre um sonho preso"

segunda-feira, abril 02, 2012

Grande Marcha de Lisboa 2012: Abaixo o Manjerico! Viva o Samba e a Caipirinha!


Este sábado, no rescaldo de um Conselho Nacional das Colectividades, realizado na sede, em Lisboa, da Confederação Portuguesa das Colectividades de Cultura, Recreio e Desporto, Maria Helena Monteiro, do Clube Desportivo da Graça, quase contribuiu para uma indigestão, mostrando aos companheiros presentes este primor:

"Lisboa, reencontro e festa"
(Marcha de Lisboa 2012)

A ver navios
Fica em Santa Catarina
Povo simples a acenar
El-Rei que parte
Segue a rota de Cabral
P'ra Porto Seguro achar
Na grande terra
Se instala corte europeia
Com pompa imperial
E nova era,
Novo Brasil se inicia
Com a presença real.


Refrão

A marcha desce a avenida
E vê-la, há oitenta anos
Deixa o povo a matutar
Se é em Lisboa,
Se no Rio ou na Bahia
Qu'a marcha está a passar
Se é com fandango, samba, vira ou com chorinho
Qu' assim marcham a rigor
E se o santinho
Sorridente e milagreiro
É António ou Salvador.


Sobem balões
A marcha chega ao Terreiro
Que outrora foi real
Palco gigante
Luzes, cores e sotaque
Do português tropical
Dos bairros chegam
Cheiros a sardinha assada
a picanha especial
Enchem-se os copos
Jorra o vinho e a caipirinha
Há festa, há arraial.


Refrão

A marcha desce a avenida
E vê-la, há oitenta anos
Deixa o povo a matutar
Se é em Lisboa,
Se no Rio ou na Bahia
Qu'a marcha está a passar
Se é com fandango, samba, vira ou com chorinho
Qu' assim marcham a rigor
E se o santinho
Sorridente e milagreiro
É António ou Salvador.


Ao fundo o rio
Tem navio iluminado
A partir ou a chegar
A outro Rio
Aportará com as gentes
Que ousarem arriscar
E O Grande Cristo
Abre os braços às cidades
E envolve-as com amor
E o povo simples
Na procissão reza o Cristo
Que é Rei e Redentor.


Refrão


A marcha desce a avenida
E vê-la, há oitenta anos
Deixa o povo a matutar
Se é em Lisboa,
Se no Rio ou na Bahia
Qu'a marcha está a passar
Se é com fandango, samba, vira ou com chorinho
Qu' assim marcham a rigor
E se o santinho
Sorridente e milagreiro
É António ou Salvador.

Letra e Música: Helena de Fátima Chaves Andrade de Campos

Se queriam homenagear a língua, por exemplo, ou o encontro das comunidades, tudo bem! mas promovessem versos, a cheirar a Lisboa, com brasileiros entrando no quotidiano dos bairros populares desta cidade, sem a subserviência bacoca que esta coisa escolhida ostenta.
Se esta era a melhor...

No Facebook, onde partilhei a notícia, a minha amiga Ana Paulo escreveu este comentário: "Chico Buarque e Bethânia padrinhos da marcha do Bica com o tema "Na Picanha é um descanso"... não acredito!!!! Só pode ser mentira do 1 de Abril."

E em resposta a um futuro marchante da Ajuda, escrevi: "(...)Não dançamos samba, o povo não come picanha por regra, não bebemos caipirinha diariamente, olha não percebo, as pessoas querem ser modernas e acabam sendo alvo de chacota. Mas se o júri tinha a Ana Bacalhau e a Cuca Roseta, que do fado querem aproveitar o lado mais exótico, com intenção mercantil, aproveitando a globalização, para terem projecção internacional, está tudo dito."

Para o ano, sugiro eu, a marcha deve homenagear a Comunidade chinesa e poderá ser cantada à boa moda de Pequim ou Cantão. Os marchantes deverão trazer Dragões de Fogo e outros adereços, que os distingam da populaça, que exalta a sardinha e o manjerico.
Já agora, em vez de Santo António... tragam Budas!

Luís Filipe Maçarico (texto) Júlio Machado (fotografia)

1 comentário:

elvira carvalho disse...

_♥♥_♥♥
_♥♥___♥♥
_♥♥___♥♥_________♥♥♥♥
_♥♥___♥♥_______♥♥___♥♥♥♥
_♥♥__♥♥_______♥___♥♥___♥♥
__♥♥__♥______♥__♥♥__♥♥♥__♥♥
___♥♥__♥____♥__♥♥_____♥♥__♥_____
____♥♥_♥♥__♥♥_♥♥________♥♥
____♥♥___♥♥__♥♥
___♥___________♥
__♥_____________♥
_♥____♥_____♥____♥
_♥____/___@_____♥
_♥______/♥__/___♥
___♥_____W_____♥
_____♥♥_____♥♥
_______♥♥♥♥♥

Passei para desejar uma Santa e feliz Páscoa. Que o espirito da Páscoa perdure em toda a humanidade, para que se construa um mundo mais justo.
Abraço


Passei, li o post e fiquei comno se costuma dizer de alma parva, e sem palavras para comentar. Mas isto foi aprovado? Vai ser marcha de Lisboa?
Abraço