"Um Barco atracado ao cais é sempre um sonho preso"

segunda-feira, março 25, 2013

Évora no Coração

Na passada quinta feira 21 foi bom voltar a Évora, para celebrar no Palácio de D. Manuel, o Dia Mundial da Poesia.

A sessão foi iniciada pela Vereadora Cláudia Pereira que deu as boas vindas à assistência e apresentou o percurso do convidado, enquanto poeta, escritor e antropólogo.
Seguiu-se uma breve intervenção do autor, que disse alguns poemas.


Foi ainda assinado um protocolo do autor com a Câmara Municipal de Évora, no sentido da doação do seu espólio pessoal, que inclui cadernos de viagem, desenhados e pintados, correspondência com poetas como Eugénio de Andrade, fotografias, recortes de jornais e revistas, nacionais e estrangeiros, publicando poemas e contos de sua autoria, bem como notícias e críticas referentes à sua produção literária e /ou académica.
Este espólio ficará à guarda do Núcleo de Documentação da CME, que o disponibiliza já em vida do autor, por sua expressa vontade. 
Investigadores, estudantes, leitores, podem aceder à vasta informação ali contida, que abrange os anos 70-90 do século passado e os primeiros do novo milénio.


Presentes, amigos, familiares, colegas de trabalho e muitos eborenses, alguns dos quais disseram poetas dos quais eu gosto, como Florbela, Gedeão, Manuel da Fonseca, Sophia e outros.
Um poeta popular, que habitualmente escreve décimas associou-se ao evento e disse também produção da sua lavra. No final, um beberete que proporcionou convívio entre todos.
Uma palavra final de imensa gratidão, para a Doutora Ludovina Grilo e para a equipa do Núcleo de Documentação - Doutora Antonieta e Senhoras Donas Balbina e Paula.
Foi bonita, a Festa!


Reportagem fotográfica: Rosário Fernandes.

1 comentário:

elvira carvalho disse...

É exemplo de um grande coração a generosidade com que pôs ao serviço dos outros todo o seu espólio.
Cada dia me sinto mais honrada em ser sua amiga.
Um abraço e uma boa e santa Páscoa.