"Um Barco atracado ao cais é sempre um sonho preso"

domingo, abril 13, 2008

Confederação das Colectividades realizou Conselho Nacional em Mira






Ontem, em Mira, o jovem vereador da Câmara Municipal de Mira, Luís Grego, emocionou os veteranos do Associativismo Popular português, ao exprimir o seu apreço pelas colectividades que tão bem conhece, dizendo a certa altura que estava grato a estas associações, pois nelas enriqueceu-se enquanto cidadão.
A Confederação Portuguesa das Colectividades de Cultura, Recreio e Desporto foi recebida de forma muito fraterna pelo município gandarense, tendo os seus conselheiros visitado a Igreja da praia de Mira, situada num palheiro, o monumento ao pescador e o Museu Etnográfico, alojado numa casa palafítica da região. O almoço foi um belo momento de convívio desfrutando da gastronomia local.
A tarde decorreu de forma intensa, como é timbre desta entidade, sendo objectivo das dezenas de participantes apreciar e votar o relatório e contas do ano de 2007, que foi aprovado por unanimidade.
Regressámos todos às nossas terras (somos cerca de 7 dezenas de Norte a Sul do país) com boa memória de Mira e lembrando as palavras de Luís Grego que se despediu, recomendando: "Regressem bem a casa e tragam as vossas associações até cá, que serão sempre bem recebidos pelas nossas gentes!"
O professor Barbosa da Costa, ilustre estudioso e profundo conhecedor da questão associativa no Porto e o antropólogo Dr. Augusto Flor, dinamizaram a magna assembleia, o primeiro enquanto presidente da mesa do Congresso e o segundo como presidente da direcção.
Texto e fotos de Luís Filipe Maçarico

1 comentário:

GATN disse...

Olá Luis!
Embora com atraso, venho dizer-te que fiquei mto contente por saber que foram vividos momentos tão bonitos nessa importante reunião para o movimento associativo! E claro está, mto gratificante para ti, em termos pessoais! Valeu o levantar cedo, a viagem, o cansaço! Ainda bem!
Beijinho da
Maria Odete